Câmara fiscaliza obras para Copa do Mundo e Olimpíadas

Faltando menos de dois anos para a Copa de 2014, a organização dos jogos no Brasil preocupa deputados. Ao longo dos últimos meses, foram criados na Câmara grupos específicos para acompanhar os preparativos para o mundial.


 

Faltando menos de dois anos para a Copa de 2014, a organização dos jogos no Brasil preocupa deputados. Ao longo dos últimos meses, foram criados na Câmara grupos específicos para acompanhar os preparativos para o mundial.

A infraestrutura requerida, a aplicação de dinheiro público, o cumprimento do prazo das obras e sua sustentabilidade, o sistema de transportes, a capacitação de trabalhadores e o aumento no número de turistas durante o mundial foram alguns dos temas discutidos na Casa. O andamento de algumas obras também foi conferido em visitas de parlamentares às cidades-sede da Copa.

O governo federal garante que o Brasil não fará feio. “O calendário está em dia, não há atraso. Nós acompanhamos as obras semanalmente”, diz o ministro do Esporte, Aldo Rebelo. “Temos apenas o plano A, que é concluir tudo antes do prazo. Há as obras essenciais para a Fifa [Federação Internacional de Futebol] e as que o governo acrescentou, como a ampliação de aeroportos e a infraestrutura de acesso aos estádios.”

Conforme o último balanço da Copa, divulgado em maio pelo governo, 85% dos empreendimentos serão concluídos até 2013. A previsão de investimentos em infraestrutura esportiva e de transporte é de R$ 27 bilhões.

Estádios

Os estádios das 12 cidades-sede receberão R$ 6,8 bilhões. O ministro Aldo Rebelo reforça que seis deles – os de Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e Recife – serão entregues até fevereiro de 2013, a tempo da Copa das Confederações, marcada para o próximo ano. Os outros seis – em Cuiabá, Manaus, São Paulo, Natal, Porto Alegre e Curitiba – têm entrega prevista até o fim de 2013.

Em relação aos estádios, os deputados estão tranquilos. Eles acreditam que as arenas realmente ficarão prontas no prazo “[No Maracanã] já foram concluídos 59% das obras e as irregularidades encontradas pelo TCU [Tribunal de Contas da União] foram corrigidas”, exemplifica o presidente da Subcomissão Permanente da Copa de 2014 e Olímpiadas de 2016, deputado Marcelo Matos (PDT-RJ). O Maracanã, no Rio de Janeiro, foi uma das obras visitadas pelos parlamentares.

A subcomissão presidida por Matos é vinculada à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle. Até o fim do ano, o grupo deve concluir um relatório sobre a situação dos aeroportos de Guarulhos e de Brasília, que ainda serão visitados.

Os parlamentares também estão tranquilos quanto à ampliação de aeroportos das cidades-sede. Conforme os dados do governo, 85% dos empreendimentos serão concluídos até 2013. Os investimentos no setor somam R$ 7,4 bilhões, sendo R$ 3,6 bilhões do setor privado.

Fonte: NOBRE, Noeli. Portal da Câmara dos Deputados. Brasília/DF. Disponível em: <http://www2.camara.gov.br/> Acesso em: 13 set. 2012.

Palavras Chaves

Resumo do DOU
Juliano Souza - Criação de Sites