Como o empréstimo de US$ 18.000.000,00 contribuirá para programa de combate à corrupção?

Banco Interamericano de Desenvolvimento publicou nota explicando onde seria investido o dinheiro que o Brasil pegou emprestado.

No Diário Oficial da União de ontem (20), por meio da Resolução nº 21, de 2013 foi divulgado que realizaram um empréstimo de US$ 18.000.000,00 junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento destinados para o Programa de Fortalecimento da Prevenção e Combate à Corrupção na Gestão Pública Brasileira.

A Controladoria Geral da União, órgão responsável pelo Programa de Combate a Corrupção, utilizará os recursos para consolidar sua capacidade institucional, além de aplica-los em ações para o fortalecimento da transparência e do controle social assim como a adoção de um modelo de gestão de riscos.

O programa busca melhorar a interação do órgão com os gestores públicos federais e ampliar a transparência e o controle da sociedade civil sobre a gestão dos recursos públicos, assim como apoiar o fortalecimento das atividades de controle interno nos níveis de governo estadual e municipal.

Para fortalecer a capacidade operativa da CGU, o programa vai promover boas práticas de gestão de pessoal e o uso intensivo de novos recursos tecnológicos. Os modelos de processos de auditoria e fiscalização serão remodelados e o portal do Observatório do Gasto Público será implementado.

A fim de estender os esforços aos entes subnacionais, serão implantados portais de transparência estaduais e municipais, com ações de capacitação para o melhoramento das unidades de controle interno, assim como o apoio para a implementação das versões locais de observatórios do gasto público.

O financiamento do BID tem prazo de 15,25 anos, período de carência de cinco anos, e taxa de juros baseada na LIBOR.


Fonte: Banco Interamericano de Desenvolvimento

Palavras Chaves

Resumo do DOU
Juliano Souza - Criação de Sites